21 outubro 2014

A era do bigchop

Olá pessoal, hoje vim falar sobre big chop (bc) que é quando se corta toda parte com química do cabelo e fica com ele natural.
Esse processo é um dos mais lindos e transformantes que eu já vi e passei. Pra quem não sabe eu fiquei aproximadamente 1 ano e 5 meses em transição ( não sabia que estava em transição por isso não sei exatamente o tempo ) e em dezembro do ano passado resolvi cortar.
   Está aqui o meu antes e depois, lembrando que eu nunca alisei, só relaxei o cabelo, mas vivia de chapinha. Os detalhes da minha história ainda vou contar em outro post ou video para vocês.



    Eu separei depoimentos de algumas leitoras que fizeram o big chop e que descobriram a beleza que realmente estava escondida, ignorando toda ditadura da beleza que existe na nossa sociedade.
    Começando a nossa maratona de big chop com a mais novata do clube, a Mari que fez o bc essa semana.


"Resolvi entrar em transição por estar cansada de ser escrava da escova/chapinha e químicas! Cansada de ter que passar quase uma semana sem lavar o cabelo pra chapinha durar. Cansada de correr da chuva, cansada de não poder suar muito pra não estragar, cansada de não poder tomar banho de mar, cansada de ter que viver de cabelo escovado nesse calor arretado. E faz muito tempo que eu queria voltar aos cachos, mas não tinha apoio e não tinha muitas informações, já que a maioria dos salões sempre dão um jeito de você querer alisar seu cabelo, são poucos salões voltados ao crespo/cacheado. Até já tinha tentado voltar a ter meus cachinhos antes mas não resisti e alisei.
Mas ai depois de mais uma desvantagem das químicas, no final do ano passado, resolvi parar de vez e sair dessa ditatura de ter cabelos lisos e decidi de vez que iria voltar a ter meu cabelo natural. Foi muuuuuuito difícil todo esse tempo, com escovas, texturizações, comentários negativos, gente pedindo pra vc alisar, duas texturas, realmente foi super difícil, mas a vontade de ser eu mesma foi maior. E hoje depois de 13 meses, fiz o tão famoso BC, logo eu que morria de medo da tesoura e só pensava em cortar daqui a um ano. kk
A sensação que eu tive após fazer o BC foi de felicidade! Realmente é um ato liberdade. Uma sensação ótima de ser você mesma, uma conquista, é uma mistura muito grande de sentimentos kk, mas nada melhor que não ter mais que se preocupar em toda semana ter que passar pelo calor do secador, nada melhor do que a delícia de ser quem sou. Foi uma das melhores decisões que já tomei na vida e digo mais, deveria ter pensado assim antes. Crespo/Cacheado é tão lindo quanto um liso e não deveria ser menosprezado." Mari, 17 anos.


Agora vamos ver o que a fofa dacNay disse sobre essa experiência:


"O dilema com o meu cabelo, começa desde criança, por não o aceitar cacheado e tão volumoso (fora as piadinhas sobre cabelo que vcs devem imaginar rs)... Na Adolescência não foi diferente, foi quando comecei a relaxar aos 12 anos, ele ficava sem volume, o que já me deixava feliz, aos 18 anos meu cabelo já estava praticamente sem forma, foi quando fiz a definitiva (há aquele cabelão liso e comprido que eu tanto almejava), no entanto com o passar do tempo percebi o meu cabelo cada vez mais ralo e quebradiço. Foi quando eu participei de eventos como modelo Fotográfica e exigiram q eu pintasse o meu cabelo, ai foi o fim meu cabelo ficou cada vez mais frágil. Em 2012 comecei a pesquisar na internet sobre cabelos cacheados, e lia tudo sobre: transição, cronograma capilar, big chop... Blogs que além de nos ensinar como fazer, para manter nossos cachos bonitos e saudáveis, nos davam força para não desistir, pois confesso que a transição foi muito difícil pra mim. Hoje estou com 9 meses de BC, 1 ano e 6 meses de cabelo natural e sinto que essa foi uma das melhores decisões que já tomei, pois não a nada melhor do que se aceitar e se amar, hoje em dia nem passa pela minha cabeça em alisar o cabelo, o acho lindo do jeitinho que ele é, BC foi mais que um corte, foi a libertação de anos de auto tortura. Sem falar nos elogios que atualmente são muitos com relação ao meu cabelo, amo amo amo de paixão. Gente é isso, espero que tenham gostado da minha história, espero que ela sirva de inspiração pra vocês, que querem fazer o BC, assim como antes de mim outras meninas me inspiraram. Um beijo grande a todas e beijo enorme para a linda Thayna Freire pelo seu trabalho lindo com o seu blog." Nayara 22 anos    

    Minha amiga Tai que virou outra pessoa depois do bc também tem alguns relatos sobre a experiência





"Fiz o big chop porque não aguentava mais duas texturas, na verdade não marquei um dia e disse "vou fazer hoje", fui ao salão da minha mãe hidratar e na hora decidi por cortar, minha mãe não queria de jeito nenhum, mas eu insisti e ela cortou. Fui então feliz para sempre rs" Tainá, 22 anos

    A Lua apostou no seu natural e está super linda, vamos vê o que ela tem a dizer.


"Triste de quem acha que passar por uma transição e fazer um big chop é fácil. Tomar a decisão de passar por esse doloroso processo foi uma forma de dizer ao mundo e principalmente a mim mesma que eu tinha liberdade de ser quem eu era. Antes seguia padrões, hoje sigo o que gosto, sou que minha alma pede. Eu decidi fazer o BC num momento que ninguém esperava, fiz ele depois de muita conversa e apoio de grandes amigas e do meu boy magia. Meus pais são contra ate hoje.

Eu fiz o BC porque precisa de libertação, mostrar quem eu era. Fiz o BC também porque sejmpre quis mudar radicalmente e essa era uma oportunidade. Eu só me arrependo de não ter feito antes, cortar meu cabelo, sempre grande e beeem liso, para assumir um corte ultra curto com cachos foi a melhor coisa que fiz.

Confesso que chorei quando me olhei no espelho. Fiz o BC de costas pra ele é só vi depois de pronto. Não me reconheci, passava a mão na procura do antigo cabelo e só o encontrava no chão. Foi uma sensação muito emocionante! Finalmente eu estava livre da química, dos machucados no couro cabeludo, das escovas, de fugir de qualquer gota d'água. Fazer o big chop foi a melhor decisão que tomei" Luara 18 anos

Nossa leitora Mila que se descobriu ao fazer o BC passou toda sua determinação nesses 10 meses de bc.


" Decidi entrar na transição quando cansei de me modificar e isso não me trazer vantagem alguma, comecei a alisar o cabelo desde cedo e continuei assim até o ano passado quando decidir dar um basta. Fiz meu bc com 6 meses de transição e não me arrependo, hoje meu cabelo mostra quem eu sou e transmite meus ideais, é dificil? É, mas esse é o preço a se pagar pra ter de volta o cabelo natural" Camila, 22 anos

O post de hoje foi diferente, quis compartilhar com vocês experiências, obrigada as meninas que toparam participar, se vocês tiverem alguma dúvida ou fato para contar só deixar nos comentários. Espero que vocês tenham gostado.



5 comentários:

  1. Fazer o BC foi uma das melhores decisões que tomei na minha vida! Ser natural é tudo de bom:) Fico tão feliz em ver várias meninas fazendo o BC ! Amei o post!!! Beijos

    juliapretty.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou, teu cabelo ta cada vez maior! hahah
      Beijos

      Excluir
  2. esse é sem duvidas o momento mais temido, porém se todas ja soubessem o quanto compensa... não teriam tanto medo. eu fiz meu bc a 11 meses atras, e me apaixonei de uma maneira pelo meu curto que meu Deus.

    ResponderExcluir
  3. Estou a 1 ano e 2 meses em transição ja cortei uma boa parte da química , faço uso da texturização e em breve farei o big chop , lindos depoimentos . Me encorajaram muito ><
    Blog : Histórias e outras Drogas

    ResponderExcluir